quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Chinês acorrenta filho a poste para poder ir ao trabalho

A cena grotesca ocorre em Pequim: uma criança de 2 anos acorrentada a um poste pelo pai para que ele possa ir trabalhar.
(Reprodução)

O chinês Chen Chuanliu, que conduz charretes (espécies de táxis alternativos), alega não ter outra escolha, já que a mulher é doente e não há escola para a criança.
O filho fica acorrentado em frente a um shopping center da capital da China, enquanto pedestres passam - alguns curiosos, outros indiferentes.
(Reprodução/Mail on line)

Autoridades afirmaram já ter pedido que Chen regresse com a sua família a Sichuan, de onde saíram para tentar a sorte em Pequim.
Ele nem liga e segue na sua rotina de trabalho e tortura do filho. "Pelo menos aqui posso ganhar algum dinheiro. Se for enviado de volta a Sichuan não terei nada", contou o charreteiro.
(Reprodução/Mzail on line))

A família vive em uma casa de um só aposento, como milhares de outras famílias em Pequim.
As condições de higiene são precárias.
A filha de 4 anos do casal Chen desapareceu mês passado e ao polícia não tem qualquer pista.
Leia o texto original, em inglês

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BlogBlogs.Com.Br